Notícias

08/08/2017 00:26

Tristeza: Manobrista da Valley José Antônio da Silva Alves dos Santos de 23 anos morto atropelado deixa bebês gêmeos em Cuiabá

Polícia

Segunda-Feira, 07 de Agosto de 2017, 22h:15 | Atualizado:

MORTE NA VALLEY

Manobrista morto atropelado deixa bebês gêmeos em Cuiabá

Motorista Juliano Costa Marques dos Santos teve a prisão preventiva decretada em audiência de custódia

SUELEN ALENCAR 
Da Redação

manobrista-valey6.jpg

 

O manobrista Jose Antônio da Silva Alves dos Santos, 23 anos, que morreu após ser atropelado enquanto trabalhava na boate sertaneja Valley, em Cuiabá, na madrugada desta segunda-feira, era casado e pai de gêmeas, que tem cerca de 1 ano. A informação foi dada pela delegada Juliana Palhares, titular da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP). "O resultado que o suspeito Juliano produziu foi a morte de uma pai de família de gêmeos recém-nascidos com apenas 23 anos de idade e deixou a família enlutada”, lamentou a delegada em entrevista a TV Record Cuiabá.

A morte chocou familiares e amigos, que prestam condolências pela rede social. “Amanheço com uma notícia dessa triste meu amigo parceiro companheiro do trampo tantas lembranças boas zueira no trampo cara que tristeza saudades vão ficar luto descanse em paz”, lamentou um amigo.

A morte de José Antônio da Silva aconteceu na madrugada por volta das 4 horas.  As informações são de que a vítima foi atingida pelo veículo conduzido pelo estudante de Arquitetura, Juliano Costa Marques dos Santos, de 22 anos, no momento em que entregava um carro para outro cliente do estabelecimento.

Palhares reforçou que a Polícia Civil trabalha com a hipótese de que o atropelamento do manobrista ocorreu de maneira intencional. Segundo ela, o universitário se envolveu numa confusão na frente da boate e tentou atropelar um dos desafetos, que seria policial federal.

O policial foi atingido “de raspão” e não sofreu ferimentos. Já o manobrista, que descia do carro para entregar a um cliente, foi atropelado e morreu no local. “As informações que nós temos é que ele queria atingir de forma intencional pessoas que tinha se envolvido em uma briga com amigos seus”, disse delegada.

A delegada informou ainda que o suspeito Juliano estava sob efeito de bebida alcoólica e o teste do bafômetro constatou 0,71 mg/l  de consumo de álcool, muito acima do permitido por lei.

PRISÃO PREVENITVA

Após ser autuado em flagrante pelo crime de homicídio doloso, o universitário Juliano Costa Marques dos Santos passou por audiência de custódia no Fórum de Cuiabá e teve a prisão em flagrante convertida em preventiva pelo juiz da 10ª Vara Criminal de Cuiabá. Após a audiência, o estudante de Arquitetura foi encaminhado ao Centro de Custódia de Cuiabá. 


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo